Quais as Vantagens do MEI para Quem Trabalha com Artesanato?

Quais as Vantagens do MEI para Quem Trabalha com Artesanato?
Pacote de Guirlandas em Feltro

Você sabia que um artesão também pode se formalizar como Microempreendedor Individual, o famoso MEI? E com ele obter CNPJ e todos os benefícios que esse oferece?

Bem, para quem não sabe, o Microempreendedor Individual, reconhecido pela sigla MEI, é um trabalhador autônomo que passa a ser reconhecido legalmente como pequeno empresário, uma vez que obtém um CNPJ.

Com ele, o artesão passa a ter o direito de emitir notas fiscais de seus produtos, de receber auxílio-doença, salário maternidade, aposentadoria, entre outras vantagens.

Logo, para quem está em busca de profissionalizar e tornar o seu artesanato um verdadeiro negócio, a formalização como MEI pode ser o primeiro passo.

Por isso preparamos este conteúdo especial! Ele vai te informar sobre a importância de se tornar um microempreendedor, as vantagens oferecidas, além de te ensinar o passo a passo para se formalizar, que é muito simples, diga-se de passagem. Veja só!

Veja também
Como Fazer Etiqueta para Artesanato em Feltro em 2 Passos Simples
5 Erros que te Impedem de Viver do Artesanato em Feltro

Por que se tornar um MEI?

Além das inúmeras vantagens que ainda vamos te apresentar, tornar-se um MEI pode ser a peça-chave para expandir o seu negócio artesanal. Primeiro porque é através dessa formalização que você vai ganhar credibilidade perante o cliente. Ele verá que suas atividades são organizadas e totalmente legais.

Além disso, é possível vender os seus artigos a empresas e instituições públicas, que exigem a emissão de certidões e de nota fiscal no ato da compra.   

Pacote de Guirlandas em Feltro
Pacote de Guirlandas em Feltro

Por fim, com a formalização também é possível conseguir empréstimos, financiamentos e linhas de crédito em condições especiais. Isso com certeza te ajudará a ampliar a estrutura do seu negócio.

Qual artesão pode se tornar MEI?

Segundo o Portal do Empreendedor, na área do artesanato, os artesãos que podem se enquadrar como Microempreendedor Individual são:

  • Artesão(ã) têxtil
  • Artesão(ã) de bijuterias
  • Artesão(ã) em borracha
  • Artesão(ã) em cerâmica
  • Artesão(ã) em cimento
  • Artesão(ã) em cortiça, bambu e afins
  • Artesão(ã) em couro
  • Artesão(ã) em gesso
  • Artesão(ã) em louças, vidro e cristal
  • Artesão(ã) em madeira
  • Artesão(ã) em mármore, granito, ardósia e outras pedras
  • Artesão(ã) em metais
  • Artesão(ã) em metais preciosos
  • Artesão(ã) em outros materiais
  • Artesão(ã) em papel
  • Artesão(ã) em plástico
  • Artesão(ã) em vidro
  • Comerciante de suvenires, bijuterias e artesanatos
  • Customizador(A) de Roupas
  • Fabricante de Velas, Inclusive Decorativas

Você se enquadra em algum deles?

Vantagens de ser um MEI

Além de contribuir enormemente para a valorização do artesanato, o artesão que decide se tornar Microempreendedor Individual adquire muitas vantagens. Elas são:

  • Possibilidade de abrir contas empresariais nos bancos;
  • Realizar empréstimos e financiamentos com juros menores;
  • Obter linhas de crédito exclusivas;
  • Emitir nota fiscal;
  • Realizar compra de materiais na modalidade atacado;
  • Adquirir máquinas de cartão e outras facilidades de pagamento que podem aumentar as vendas;
  • Ter cobertura previdenciária e, portanto, conseguir acesso a alguns direitos, como: aposentadoria, auxílio-doença, salário maternidade, pensão por morte e auxílio reclusão;
  • Negociar com empresas e instituições públicas;
  • Transitar livremente com as mercadorias sem o risco de ser multado pela fiscalização;
  • Ser isento de impostos federais, como o Imposto de Renda.

As obrigações do MEI

Existem algumas obrigações que devem ser cumpridas quando você decide se formalizar como MEI. E é importante estar atento a elas para não perder os seus direitos.

Assim, essas obrigações são:

  • Pagar o Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) mensalmente. Ele deve ser quitado até o dia 20 de cada mês. O valor é destinado à previdência social e ao ICMS ou ISS e é atualizado anualmente, conforme o salário-mínimo;
  • Obter um alvará de funcionamento junto à Prefeitura da sua cidade, para que o seu negócio possa funcionar;
  • Preencher a Declaração Anual Simplificada, na qual você deve declarar o valor do faturamento do ano anterior.

Viu como são obrigações simples de serem cumpridas?

Como se formalizar como MEI?

Para se tornar MEI, é preciso que você não tenha participação em nenhuma outra empresa. Além disso, o seu faturamento anual não pode ultrapassar R$81 mil.

Pacote de Guirlandas em Feltro
Pacote de Guirlandas em Feltro

Se você atende a esses dois quesitos, então já pode se formalizar! Veja o passo a passo, que leva poucos minutos, é gratuito e pode ser feito por você mesmo!

1. Acesse o Portal do Empreendedor (https://www.gov.br/empresas-e-negocios/pt-br/empreendedor);

2. Selecione a opção “Quero ser MEI”;

3. Selecione a opção “Formalize-se”;

4. Preencha todas as informações e os dados que lhe forem solicitados;

5. Conclua o processo.

E pronto! Em questões de minutos e sem sair de casa você se tornou um Microempreendedor Individual.

Viu como é possível expandir o seu artesanato se tornando um MEI? Se ficou alguma dúvida, deixe registrado nos comentários abaixo para que possamos esclarecê-la.  

Veja também
11 Dicas para Organizar seu Ateliê de Artesanato sem Gastar Quase Nada
5 Aplicativos Incríveis que Toda Artesã Deveria Conhecer

Pacote de Guirlandas em Feltro
Pacote de Guirlandas em Feltro

Comentários

comentários

Safari em Feltro
Voltar ao Topo
10% Desconto na Escola de Feltro
27 Moldes Grátis
Não Ganhou
20% Desconto na Escola de Feltro
Não Ganhou
27 Moldes Grátis
Não Foi Dessa Vez
Sem Sorte
Promoção Roda da Sorte Escola de Feltro!
Concorra a Prêmios Incríveis da Escola de Feltro! Preencha as Informações Abaixo e Tente a Sua Sorte Agora.
Regras:
  • Somente uma tentativa por pessoa
  • Promoção válida por tempo limitado